Viver a Saúde em Matosinhos
Texto Alternativo
Projecto Piloto de Saúde Oral
Projecto Piloto de Saúde Oral
previous arrow
next arrow
Slider

Secretário de Estado Adjunto e da Saúde visita o Concelho de Santo Tirso

O Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, visitou o Concelho de Santo Tirso, deslocando-se à Unidade de Saúde Familiar “Nova Saúde” em São Martinho do Campo, onde teve oportunidade de, oficialmente, inaugurar o consultório de Saúde Oral, no âmbito do programa “Saúde Oral nos Centros de Saúde, desta feita já alargado também a este Concelho.

Inserido no programa da visita, o referido Membro do Governo teve ainda a oportunidade de proceder á atribuição do Selo de Qualidade à empresa panificadora PANTIR, pela redução da quantidade de sal no pão. Ver informação a seguir indicada

“… E se quando entrasse numa padaria tivesse a garantia de que todo o pão que lá é vendido tem baixo teor de sal? É isso que vai acontecer em todas as padarias que tiverem exposto, num sítio visível, o Selo de Excelência – Selo Pão com “Menos Sal, o mesmo sabor”.

O primeiro vai ser atribuído já esta segunda-feira, dia 30 de abril, pelo Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, na Padaria Pantir, em Santo Tirso.

Duas semanas depois de o projeto Selo Pão com “Menos Sal, o mesmo sabor” ter sido apresentado, entrega-se este certificado de excelência, a título simbólico, a uma padaria onde da broa à regueifa, do pão regional ao pão saúde, todas as variedades de pão já têm, neste momento, baixo teor de sal. Foi a própria Pantir que, proativamente, e antes de o Selo de Excelência ser pensado, decidiu, no final do ano passado, reduzir o teor de sal do limite legal de 1,4 g por 100g de produto para um valor abaixo de 1 grama.

As padarias que pretendam receber um Selo Pão com “Menos Sal, o mesmo sabor” poderão candidatar-se até ao dia 31 de maio, bastando para isso preencherem um formulário disponível no Portal do SNS (https://www.sns.gov.pt/pao-com-menos-sal/), que terão de enviar posteriormente para o e-mail paomenossal@dgs.min-saude.pt 

Depois da candidatura e seleção, segue-se um período de monitorização de até seis meses, com análises feitas pelo Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA), com base em recolhas de pão em dois momentos distintos. Os selos deverão ser entregues em dezembro de 2018 e terão a validade de um ano. Ao fim desse ano, terá de haver novo pedido de monitorização aos níveis de sal.

O objetivo desta iniciativa da Direção Geral da Saúde (DGS), do INSA e dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), em colaboração com as panificadoras e pastelarias, é conceder uma distinção pública às padarias que alcancem a ambiciosa meta de menos de 1g se sal por 100g de produto ainda este ano, ou seja, antes do período definido no compromisso firmado no passado dia 16 de outubro. O dito protocolo foi assinado no âmbito da Estratégia Integrada para a Promoção da Alimentação Saudável e estabelece metas de 1,3g de sal por 100g em 2018; 1,2g por 100g em 2019; 1,1g de sal por 100g em 2020 e abaixo de 1g por 100g em 2021.

Os portugueses consomem, em média, por dia, mais três gramas de sal do que o recomendado. E, de acordo com o último Inquérito Alimentar Nacional, o pão é um dos principais alimentos a contribuir para a ingestão de sal.

Sabendo-se tudo isto e ainda que o consumo excessivo de sal é um dos maiores riscos de saúde pública em Portugal e aquele que mais contribui para a perda de anos de vida saudáveis, medidas como esta que agora se promove podem conduzir a melhores resultados em saúde …”.

Voltar
Area Cidadão